Novidades

20 de julho de 2017

A Estranha Noite



Ontem a meia noite Renato tinha acabado de chegar da faculdade e estava com fome, resolveu então fazer algo para poder comer, foi até a cozinha e começou a mexer em algumas coisas, enquanto fazia um hambúrguer resolveu ver TV,  quando escutou um barulho estranho na garagem, pensou que podia ser algum animal talvez um gato do vizinho que vivia por ali, voltou à cozinha para pegar o hambúrguer. Nesta cozinha tem uma janelinha que da para o quintal, nela sua mãe pendura um puxa saco, aquelas coisinhas de por sacola, e o puxa saco é horrível e tipo uma menina cozinheira com uma cara bizarra e ela sempre parece olhar para gente,  foi quando alguma coisa bateu na janela, foram três toques que escutou e logo em seguida escutou alguma coisa correndo por volta da casa, ele então tentou ficar calmo pegou o hambúrguer e foi para sala ver TV. Quando acabou foi para o banheiro escovar os dentes , desta vez estava olhando para o espelho quando viu um vulto atrás dele pelo espelho na porta do banheiro o vulto veio junto de uma risada infantil bem discreta, foi tudo muito rápido e não conseguiu identificar, então imediatamente foi para porta vê o que poderia ser, quando saiu olhou para a parte esquerda do corredor que liga a cozinha a copa e viu algo estranho acenando para ele como se desce tchau, essa coisa disparou para fora, ele achou estranho foi ai que viu que a porta da cozinha estava aberta, imediatamente correu e a fechou. Não podia acreditar no que estava acontecendo, será que alguém tinha invadido sua casa, era tudo muito estranho, resolveu ligar para o 190 porém desistiu quando a voz do outro lado respondeu. Ele respirou fundo e foi para cama, antes foi conferir se a casa estava toda fechada foi quando Renato foi para sala e notou que a janela estava aberta quando foi fechá-la olhou para fora dela e viu alguma coisa sentada em um dos bancos da rua de cima acenando como se desce tchau, foi ai que notou que tudo realmente aconteceu, algo estava ali em sua casa. Depois desta noite as coisas se normalizaram, até o dia em que passou por uma menina na rua quando voltava da escola, neste instante sentiu que já tinha visto aquela pessoa. Na manha seguinte nota a foto da mesma menina em um jornal com a seguinte matéria

“Corpo de menina desaparecida há seis anos e encontrado em decomposição na antiga casa dos pais...”

By:Glaucow Maciel Freitas
BLOG :http://horrorurbano.blogspot.com/

Se Copiar Colocar Os Devidos Créditos.